Categorias
Tipos de Queijos

Queijo de ovelha: benefícios e tipos

O queijo de ovelha é um alimento altamente nutricional uma vez que o leite de ovelha é rico em proteínas e minerais.

Benefícios do queijo de ovelha

O queijo produzido com o leite de ovelha traz inúmeros benefícios à saúde e considerado superior ao leite de vaca.

O leite de ovelha é rico em minerais como, por exemplo, cobre, fósforo, potássio, manganês, além de sódio e zinco. Aliás, também é excelente fonte de proteínas, além de vitaminas B1, B2, B12 e C.

Mas, não apenas isso. Ele também possui menos lactose em comparação ao leite de vaca. Dessa maneira, seu consumo é ideal para aqueles com intolerância à lactose, pois a digestão é facilitada.

Além de todos esses benefícios, o leite de ovelha, de acordo com nutricionistas é o mais indicado nas dietas de emagrecimento e, consequentemente, o queijo de ovelha também.

Tipos de queijo de ovelha

O leite de ovelha é utilizado na fabricação de vários tipos de queijo. O mais famoso entre eles é o produzido com o leite de ovelha da raça Lacaune, o queijo Roquefort.

Entretanto, o leite ainda é utilizado na fabricação de requeijão, iogurte, além de nata e manteiga.

De acordo com a elaboração de cada tipo de queijo de ovelha, seu aroma, assim como seu sabor são bastante diferenciados. Listaremos, a seguir, alguns desses deliciosos queijos.

Queijo Pecorino

De origem italiana, o queijo é produzido com 100% leite de ovelha. Porém, dependendo da região em que é fabricado, tempo de maturação, bem como especiarias que são adicionadas, o queijo Pecorino é encontrado em três variedades. Confira!

Pecorino Romano

Sem dúvida a variedade mais conhecida em todo o mundo. O queijo é produzido em Lazio, região no centro da Itália. Seu sabor é picante, além de salgado e sua casca bastante rígida. O tempo de maturação variar entre 8 a 10 meses.

Pecorino Sardo

Fabricado na Sardenha, o queijo possui características bem distintas de acordo com seu período de maturação. A variedade doce possui um sabor delicado e adocicado de nozes e ervas.

Seu período de maturação pode variar entre 20 a 60 dias. Sua consistência é firme, além de coloração branca.

Já a variedade maturato possui um período de maturação que pode chegar até 1 ano. Sua consistência é mais firme e granulosa, além de ser mais salgado e picante.

Pecorino Toscano

Produzido na região da Toscana, a variedade possui casca de coloração bege, mas pode chegar até à negra, chamada de Pecorino Toscano Crosta Nero. Seu tempo de maturação é inferior às outras variedades. Seu sabor possui notas de nozes e, sua consistência, bastante macia.

Queijo de ovelha

Queijo Roquefort

Um dos mais célebres queijos azuis, o Roquefort, produzido na França é elaborado 100% com leite de ovelha cru e bactérias do tipo Penicillium roqueforti.

Sua principal característica é o interior macio com veios azulados, além de sabor e aroma intensos. Seu período de maturação é de aproximadamente 90 dias.

Queijo de ovelha Serra da Estrela

O queijo de ovelha Serra da Estrela é fabricado em Portugal. Aliás, seu sabor amanteigado e curado fez com que passasse a integral uma das setes maravilhas da gastronomia do país.

Sua produção é completamente artesanal. Seus ingredientes são 100% leite de ovelha, flor de cardo, além de sal. Dê coloração esbranquiçada, sua técnica de maturação é bem diferenciada: o queijo deve ser enrolado em um tecido branco e guardado pelo período de 30 dias.

Queijo Idiazábal

De origem espanhola, o queijo é produzido com leite de ovelha da raça basca Latxa, como também da raça Carranzana da Biscaia. Seu sabor apresenta notas de nozes o qual se desenvolve nos primeiros meses de maturação. É também bastante amanteigado e firme.

Queijo Manchego

Produzido na região de La Mancha, na Espanha, o queijo possui alto teor de gordura, aproximadamente de 60%. É elaborado somente com leite de ovelha da raça Manchega. Sua coloração é amarelada, textura firme e sabor acentuado.

Queijo Graviera

O segundo queijo mais consumido na Grécia, sua produção iniciou-se na Era Romana, na Ilha de Creta. Elaborado com 100% leite de ovelha, seu sabor é ligeiramente adocicado com notas de caramelo, além de consistência firme. Seu período de maturação é no mínimo de 150 dias.

Queijo Nabulsi

Fabricado no Oriente Médio e amplamente consumido na Jordânia, o Nabulsi é um queijo branco semiduro e de textura lisa. Pode ser encontrado em duas variedades: condimentado com sementes de pistache e cerejeira ou apenas salmonado naturalmente.

Queijo Etchekoa

Produzido no Estado do Rio Grande do Sul, o queijo é elaborado 100% com leite de ovelha. Sua massa é pré-cozida, posteriormente prensada e maturada por no mínimo dois meses. Sua consistência é macia e seu sabor é bastante intenso.

Queijo Labneh

Tradicional na culinária do Oriente Médio, o queijo possui consistência cremosa e é preparado com iogurte. Seu sabor é ligeiramente amargo. Pode ser encontrado com variação que incluem zaatar, que proporciona um sabor mais acentuado ou com ervas.

Queijo Ovelha das Vertentes

Produzido no município de Itapecerica, em Minas Gerais, o queijo é elaborado 100% com leite de ovelha. Sua consistência é firme e, seu sabor picante e levemente amargo. Seu período de maturação é de 90 dias.

Harmonizando queijo de ovelha com vinhos e cervejas

Uma vez que podemos encontrar uma grande variedade de queijos de ovelha com diferentes texturas, desde cremosos até mais firmes, a escolha tanto do vinho quanto da cerveja deve ser baseada nessas características.

Por exemplo, o queijo Pecorino, de consistência firme, mas com variações picantes, bem como adocicadas, o ideal é a escolha por vinhos tintos suaves, além de brancos, porém não muito doces. Para queijos mais cremosos como o Labneh, por exemplo, a melhor opção são os brancos suaves.

Entre as cervejas, para acompanhar um queijo de ovelha mais curado, destacam-se as do tipo Witbier. Para os queijos de consistência mais cremosa, a tipo pilsen é a mais ideal. Já para o tipo Roquefort, as melhores escolhas são as cervejas mais escuras como, por exemplo, a tipo Stout.

O sabor, assim como o aroma do queijo de ovelha varia bastante de intensidade em virtude da raça do animal, de sua alimentação, bem como de sua fabricação. Os queijeiros de plantão são unânimes em afirmar que o queijo elaborado com ovelhas alimentadas com pastagens naturais são os mais saborosos.

Por Redação Sobre Queijos

Somos apaixonados por queijos em seus mais diversos formatos. Aqui você vai encontrar tudo que precisa saber sobre essa delícia! #AmamosQueijo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *