Categorias
Tipos de Queijos

Queijo Edam: características e produção

Para muitos dos simpatizantes por queijo, o Queijo Edam é um dos melhores para ser consumido. Por conta do seu sabor diferenciado e lugar de origem, acaba sendo muito popular em cafés coloniais, tábuas de queijo e demais ocasiões. Confira!

Queijo Edam

Típico da Holanda, a produção do Queijo Edam no Brasil começou em Minas Gerais e, desde então, se espalhou pelo resto do país como sendo um dos queijos mais populares e requisitados. A sua chegada ao Brasil se deu por conta dos Portugueses que, naquela época, eram fascinados por queijo.

O Queijo Edam, por conta dos portugueses, também é conhecido como Queijo Reino. O produto ganhou esse nome após ficar 3 meses trancado no porão de um navio. A partir desse acontecido, ganhou o nome de Queijo Reino.

O Queijo Edam na sua forma tradicional, se apresenta um pouco mais seco e firme, com colocação muito intensa, textura fechada e sabor marcante. A sua criação é do holandês Edam e introduzido na cultura por um mestre de queijos chamado Alberto Boeke.

Até algum tempo atrás, mas já nos tempos atuais, os métodos de produção do Queijo Edam ainda eram os originais, sem nenhum tipo de alteração. Por isso, era utilizado o soro fermento, uma substância ativa que garante a fermentação lática e formação de características.

O processo de maturação do queijo era feito em temperatura ambiente, beirando os 20ºC e, no máximo, 22 ºC. O período de maturação do Queijo Edam durava, aproximadamente, 90 dias. Nos dias de hoje, a forma de produção mudou.

Além disso, as pessoas têm muito mais consciência sobre o cuidado que é preciso ter para com os alimentos, logo, diversos ajustes tiveram que ser feitos para que o método de produção fosse adequado.

Logo, é possível deduzir que por conta dessas mudanças, o sabor do queijo ficou um pouco descaracterizado, diferente do tradicional. De qualquer forma, é preferível que o gosto mude, mas que a segurança alimentar esteja garantida.

Produção do Queijo Edam

Assim como os demais queijos, o Queijo Edam também precisa de um certo tempo e dedicação para que ele fiquei pronto e no ponto ideal para comer. Esse produto é feito com leite de vaca, de preferência, pasteurizado e parcialmente desnatado.

Para a sua produção, é necessário que o leite seja aquecido a 30 ºC e, então, as bactérias são adicionadas. Logo após adicionar as bactérias, basta colocar o coalho para fazer a massa coalhada que é tão famosa.

Nesse caso, a massa coalhada deve ser cortada em pedaços pequenos e aquecida a 40º. Depois disso, é preciso drená-la, moldar e prensar em bolas ou rodas e salgá-las. Para ser amadurecida, é preciso colocá-la em uma temperatura de 10 ºC.

Além disso, a maturação desse queijo deve ocorrer por até 15 dias, que é nesse período que forma a casca do queijo. Depois, basta levá-lo até uma câmara de 16 ºC. Nesse momento, é preciso deixar o queijo por aproximadamente 30 dias, podendo chegar a 90 dias ou mais.

O tempo de maturação ocorrerá dependendo do gosto que quer dar ao queijo. Independente do tempo em que ele estará no processo de maturação, será preciso virá-los e limpá-los basicamente todo dia. A intenção da limpeza é retirar todo o mofo que cresce na casca.

Dessa forma, a limpeza também pode ser feita com água e sorbato de potássio ou algum líquido alcoólico. Logo após todo esse procedimento, a casca pode ser pintada e o queijo embalado.

Queijo Edam

Baby Edams

Uma curiosidade, é que também é possível encontrar o queijo Baby Edams, que é uma versão mini do Queijo Edam. A versão pequena desse queijo, tem menos de 2kg e deve, preferencialmente, ser consumido ainda quando jovens.

Isso porque logo depois de pronto, o queijo tem uma textura muito mais macia e diferenciada, com um sabor muito curioso que lembra castanhas. Algumas pessoas gostam de consumir o Baby Edams cortado em fatia e com um pouco de mel, com café como acompanhamento.

Exportação e Armazenamento

Em relação à exportação do Queijo Edam, é importante salientar que as unidades que são exportadas para Países Baixo, seguem o destino com uma espécie de casca brilhante, que é uma cera brilhante que evita que fundos se apropriem da casca.

Além disso, ele também pode ser encontrado em cera amarela. Essa característica se manteve a partir da receita original do Queijo Edam, logo, até os dias de hoje as ceras são utilizadas para promover uma segurança maior dos queijos.

Além disso, a casca vermelha contrastando com o interior amarelo, aumenta em grande escala a venda desse produto, já que ele passa uma aparência suculenta, bonita e que chama muito a atenção nos balcões.

Logo, é um tipo de queijo muito fácil que turistas comprarem e levarem para casa, além de também ser um queijo que é extremamente exportado por conta do seu apelo estético, além do sabor.

Como é exportado, geralmente, em uma embalagem transparente a vácuo, o Queijo Edam, depois de aberto, deve ser armazenado na geladeira embrulhado em um plástico filme. As partes do queijo que ainda não foram ingeridas, devem se manter com a superfície pintada de cera.

Além disso, o Queijo Edam permite-se ser congelado. Para isso, muitas pessoas preferem cortá-lo em pedaço, envolvê-lo de forma hermética e colocar no congelador. Afinal, depois de descongelado, ele fica muito melhor para cozinhar.

Informações Nutricionais

Como não é mais fabricado da forma original, como era feito na Holanda, o Queijo Edam acaba mudando muito a sua tabela nutricional por conta do fabricante. Logo, seu índice calórico e demais características nutricionais, acabam mudando em cada canto do mundo.

Apesar disso, aqui no Brasil, pode exemplo, o Queijo Edam tem cerca de 40% a 50% de gordura. Uma fatia de 100g do queijo, tem em torno de 333 calorias.

Forma de consumo do queijo

Para consumir o Queijo Edam, é preciso tirar o revestimento feito com a cera. Afinal, ele não é comestível e pode causar sérios problemas ao corpo humano. Por isso, é necessário ter muito cuidado no consumo do alimento, verificando sempre se o revestimento foi tirado em sua integralidade.

Por Redação Sobre Queijos

Somos apaixonados por queijos em seus mais diversos formatos. Aqui você vai encontrar tudo que precisa saber sobre essa delícia! #AmamosQueijo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *